Full text: 1.1915,18.Aug.=Nr. 12 (1915000112)

ANNO I 
Rio de Janeiro, 18 de Agosto de 1915 
NUM. 12 
.i 
^3 
REVISTA semanal 
^ublica-se á» Quartas-feira» 
Rtdacçio, Administração e Officinas : 
'Rua da assembléa n. 62 — 
^íphone dl 36 C. Caixa do Correio, 97 
, ASSIGNATURAS: 
1,1,0 >8*000 - Semestre 10*000 
c AVULSO: 
portal 400 rs. — Estados SOO rs. 
j^^J^SOaturas são no mínimo de 6 mezes, 
^principiar em qualqm 
ier mez, mais 
sempre em fim de Junho ou 
Dezembro. 
GTTH/m/r DTH SUPPLBMENTO: Notas Selectas — A guerra de 
S U IVLJVLxLxvXU trincheiras no tempo de Cezar — Conselhos 
■ Práticos — A Taça do Rei de Thule — A Magia 
Ideal. 
TEXTO : Cartas femininas - Magdala — As cartas de jogo — Transatlán 
ticas — Sobre D. Pedro I — O automovel no Rio — O Mundo Pittoresco 
Florença—Bellezas naturaes do Brasil — Botafogo Foot Bali Club— 
A Insidia Invisivel — A vida de uma cegonha Marabú — Dr. João Ba- 
ptista de Lacerda — Correio para os Estados — Paginas da guerra — 
A Luiza do Selleiro — A caricatura extrangeira — O Diluvio — Os 
menus de Madame. 
CARTAS FEMININAS 
Florença 
Maria da Graça e Renata, 
nando, a vocês ambas, esta carta, tanto ella me 
lf) teressa neste momento e tanto me parece a vocês 
tombem ella interessará. 
Vocês já meditaram sobre o futuro que nos 
a Suarda? 
Estou a ver Renata a dar de hombros e Maria 
^ a Graça a se fazer triste de repente, como quem 
r ecorda alguma infelicidade... 
Devo esta sensação que lhes mando, á guerra, a 
e ssa guerra terrível e ridicula a um tempo, que en 
juguen ta a Europa toda, como lá dizem os jor- 
,! alistas dos « paizes neutros». E si a ella me re- 
ftoo, escrevendo a vocês, é porque tenho notado o 
horror que votam ao assumpto, atravéz do silencio 
que a tal respeito teem mantido nas lindas cartas 
que me mandam. 
E a mim mesma eu pergunto porque será que 
Maria da Graça, que tanto amava a memoria de 
Alexandre, de Annibal e de Cezar, agora Se mos 
tra indijferente ás façanhas de Von Hindenburg, 
Joffre, Cadorna, do Grão Duque Nicoláo, do 
Archiduque José e de Frendi — e porque será que 
Renata, que não cessava de emprestar virtudes di 
vinas a Napoleão, tão enfastiada me apparece 
diante da famosa guerra de agora ? Porventura vo 
cês ahi não terão noticias detalhadas ? Não creio. 
E continuo a não comprehender esse silencio. 
Não é verdade, Renata, que tu desejavas a volta 
do Feudalismo, com os seus castellos, os seus ca- 
valleiros, as suas pugnas e as suas damas ?... 
Estive a reler a historia legendaria de Carlos
        
© 2007 - | IAI SPK

Note to user

Dear user,

In response to current developments in the web technology used by the Goobi viewer, the software no longer supports your browser.

Please use one of the following browsers to display this page correctly.

Thank you.