Full text: A grippe epidemica no Brazil e especialmente em São Paulo

3 — 
ORLANDIA 
No seu relatorio apresentado á Camara Municipal, em 
1918, o Prefeito assim se expressa sobre a grippe: 
“Estava o anno presente a terminar, quando irrompeu 
«violenta e implacavel a mais pavorosa epidemia de que ha 
lembranca, a epidemia de grippe. Observando o horror que 
ia pelas grandes cidades assoladas, em lueta com a falta de 
medicamentos, tratei de adquirir algumas drogas indispen- 
saveis, para supprir, em caso de necessidade, as faltas das nos- 
sas pharmacias, geralmente imprevidentes. Os factos me de- 
ram razáo, pois tive de acudir a maior parte das pharmacias 
do municipio, eujos sortimentos náo venciam a grande procura, 
e náo deixei faltar remedios á populacáo. Organizei na séde 
uma grande commissáo, encarregada de zelar pela hygiene 
das habitacóes, de modo a evitar que o mal tomasse proporcóes - 
mais graves e aconselhei aos sub-prefeitos a pratica de iden- 
ticas medidas; mandei proceder á rigorosas desinfeccóes nas 
ruas, prohibi agglomeracóes, principalmente nas estacóes de 
estradas de ferro, fechei os cemiterios ás visitas do povo, 
—mandei fechar as escolas municipaes e fiz tudo quanto era 
aconselhado e estava ao meu alcance para evitar a entrada 
e propagacáo da epidemia. 
Uma vez invadido o nosso territorio pelo mal, dei ordem 
aos sub-prefeitos para que mandassem aviar nas pharmacias, 
por conta da municipalidade, as receitas das pessoas absoluta 
€ reconhecidamente sem recursos e autorizei a organisacáo de 
hospitaes, em caso de necessidade. Nesta cidade funccionou 
regularmente, durante a epidemia, um hospital montado no 
edificio do Grupo Escolar. Alli receberam tratamento 84 doen- 
tes, vindos de diversos pontos do municipio e alguns de fóra, 
sahindo 80 completamente curados. Os 4 que falleceram, ha- 
viam dado entrada em estado deseperador. Dois delles falle- 
-eeram poucas horas após a entrada e eram procedentes, um da 
fazenda “Invernada” e ontro de Morro Agudo. Os outros dois 
procediam de Sáo Joaquim e da fazenda “Retiro da Ponte”. 
-—Muitos doentes da cidade que náo quizeram se recolher 
20 Grupo, foram soccorridos em casa, por conta da Camara.
	        
© 2007 - | IAI SPK
Waiting...

Note to user

Dear user,

In response to current developments in the web technology used by the Goobi viewer, the software no longer supports your browser.

Please use one of the following browsers to display this page correctly.

Thank you.