Full text: 3.1924=Nr. 1 (1924000301)

PELO MUNDO... 
mas foi expulso do paiz antes de 
ter podido terminal-os. Os archeo- 
logos, comtudo, não encontraram 
nenhuma solução satisfactoria para 
esse problema. 
O TEMPLO 1)0 DENTE DE 
BUDDHA, EM CEYLÃ0 
O Lemplo de Dalada Maligawa, 
em Ceylão, que possue um dente de 
Urna “gopura" do templo de 
Madura 
a 
Essas estranhas e sumptuosas pyramides sao cobertas, 
de alto a baixo, de esculpturas representando a vida 
e os gestos da divindade; é um ornamento caracte 
rístico de todos os templos do sul da India. 
Buddha, data do século XVI. Quan 
do se penetra no sen recinto, vê-se 
primeramente um vasto tanque, 
onde vivem tartarugas, cercado de 
grandes e bellas arvores; alraz, es- 
tende-se um jirado, onde pastam re 
banhos sagrados; afinal, apparece 
urna porta massiça e baixa, que dá 
accesso a uma eonstrucção, cujo to 
cto é supportado por fileiras de pi 
lares grandes e curtos. Ñas paredes, 
frescos representam os incidentes da 
historia de Buddha. 
Sete sanctuarios se seguem, todos 
decorados de maneira sumptuosa; e 
no sétimo, que é o mais rico e tam 
bera o menor, conserva-se a preciosa 
reliquia, que é mostrada aos visi 
tantes buddbistas, mediante uma re 
tribuição. 
O dente de Buddha, diz-se, foi 
trazido para Ceylão em 311 por urna 
princeza hindú, que o occultara en 
tre os cabellos; para veneral-o, er- 
gueu-se um lemplo em Anuradha- 
pura. Por occasião das guerras com 
os invasores T.amuls, o dente em 
perigo foi muitas vezes transpor 
tado para Polonaruwa; depois, 
(piando Anuradhapura cahiu em po 
der dos inimigos, que destruiram o 
seu templo, foi definitivamente depo 
sitado em outro, especialmente cons 
truido para esse fim, e que hoje é 
alvo da admiração dos visitantes. 
E’ bom dizer que o objecto ado 
rado não é um cíente humano; pa 
rece ser de marfim, e mede 5 cen 
tímetros, a erer-se num molde exis 
tente em Colombo. Pretende-.se, com 
tudo, que esse objecto não é o dente, 
mas um escrínio de marfim, em que 
o verdadeiro dente esteve encerrado. 
O molde seria nesse caso o do es 
crínio. 
O TEMPLO DE ISURUMUNIYA 
Isurumuniya é um templo talha 
do numa enorme rocha, duma ma 
neira muito romántica, á beira dum 
gracioso lago. Suas ruinas foram 
restauradas, e sua utilidade primi 
tiva, as purificações, poderia ser re 
tomada; mas os monges que o ha 
bitam deixaram o tanque á dispo 
sição dos crocodilos, que elles en 
corajam, alimen lando. 
A eonstrucção é attribuida a 
Tissa, que foi senhor da ilha no 
fim do século IV e grande amigo do 
illustre Asolea, o apostolo real do 
Buddhismo. 
(Continúa no próximo numero)
	        
© 2007 - | IAI SPK
Waiting...

Note to user

Dear user,

In response to current developments in the web technology used by the Goobi viewer, the software no longer supports your browser.

Please use one of the following browsers to display this page correctly.

Thank you.